Se alguém ainda duvida da importância de conhecermos o passado para construirmos o nosso futuro, então que revogue todos os conhecimentos acumulados pela humanidade até a presente data. J.U.Nassif

quinta-feira, setembro 18, 2008

Preconceito é maior inimigo contra câncer de próstata

Pouco mais de dois anos após ter diagnosticado tardiamente um câncer de próstata, o cantor Waldick Soriano, de 75 anos, faleceu na semana passada, vítima da doença. O triste episódio serve de alerta para os homens: quando diagnosticado na fase inicial, em que o câncer ainda está restrito à próstata, a chance de cura é de 90%, segundo o urologista Ubirajara Ferreira, presidente da Sociedade Brasileira de Urologia, secção São Paulo. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o Brasil terá neste ano 49.530 novos casos de câncer de próstata, o que significa que, a cada 100 mil homens, 52 desenvolverão a doença. Os números são semelhantes ao principal câncer entre as mulheres, o de mama: 49.400 novos casos em 2008 e taxa de incidência de 50 em100 mil mulheres. A grande diferença está na busca pela detecção precoce da doença. Enquanto em 2007, 17 milhões de mulheres procuraram um ginecologista, apenas 3 milhões de homens foram ao urologista. “Fizemos um levamento com 400 pacientes que foram pela primeira vez ao médico e 40% deles só chegaram ao consultório por influência da mulher. Homem é muito reticente”, diz Ferreira. O câncer de próstata não tem sintoma algum na fase inicial, por isso os exames de sangue (PSA) e toque são imprescindíveis. De acordo com os médicos, o preconceito resultante da cultura machista que inibe o homem de fazer o exame de toque ainda é o grande entrave para prevenir a doença.
DIAGNÓSTICO
O câncer de próstata é assintomático. Quando há sinais, como dificuldade para urinar e gotejamento, o câncer já está avançado A detecção é feita por exame de sangue e de toque. Homens acima de 45 anos devem fazer exames todo ano.
TRATAMENTO
O câncer de próstata é considerado o câncer da terceira idade: 3/4 dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos.Quando detectado na fase inicial (com o tumor restrito à próstata), o tratamento é feito com cirurgia ou radioterapia.



Free Counter

CID MOREIRA

É muito difícil encontrar uma pessoa que nunca tenha ouvido o célebre “Boa Noite” do apresentador Cid Moreira, da Rede Globo. Durante 27 anos, ele apresentou a todo o Brasil as principais notícias do dia à frente de um dos telejornais mais conhecidos, o Jornal Nacional, da Rede Globo. Hoje, depois de 15 anos, sua voz grossa e grave ainda pode ser ouvida pelos telespectadores do Fantástico.Está previsto para novembro deste ano o lançamento de dois CDs com gravações de trechos do Novo Testamento.Desta vez, o som será digital e gravado em MP3. Também está previsto para o ano que vem um livro sobre sua vida, que está sendo organizado por sua esposa e também jornalista, Fátima Sampaio.A obra não será uma biografia, mas sim, uma breve história da vida de Cid Moreira - que tem 80 anos - e alguns “causos” contados por ele. “Cid passou por muitas experiências, conheceu muita gente boa. Tudo isso merece ser contado em um livro, pois ele é uma pessoa que faz o que gosta, para ele o trabalho é uma interação”, diz Fátima. Já os CDs, segundo Moreira, serão mais elaborados do que os anteriores, que chegaram a 30 milhões de cópias vendidas. Tudo começou com os Salmos, na época em que ele ainda estava à frente do Jornal Nacional. Em seguida veio o Novo Testamento, porém com tecnologia inferior. Logo depois o apresentador gravou algumas passagens bíblicas mais conhecidas, trabalho que foi vendido juntamente com os principais jornais do País a um preço simbólico de R$ 3,90. “Nos primeiros CDs havia muita pressa, e eu também não entendia muito bem o que as passagens queriam dizer. Mas hoje, depois de estudar a Bíblia e entender melhor o que foi escrito, o trabalho ficou melhor, com uma boa interpretação”, afirmou Moreira. A Bíblia, gravada na íntegra, também deverá chegar às lojas no ano que vem.Depois de mais de 40 anos de trabalho, o apresentador, que hoje é a própria notícia, não se vangloria. “Eu virei notícia?”, indagou ele. Na época em que apresentava o Jornal Nacional, conta ele, não era como hoje, quando o apresentador participa de todo o processo da reportagem. Segundo Moreira, ele só chegava na TV na hora de apresentar, mas também fazia outros trabalhos fora da Globo, como comerciais e jornais de cinema. Mas quando houve a transição que fez com que os diretores das TVs pensassem que o apresentador deveria participar de todo a produção da notícia, ele fez os cálculos e viu que não valia a pena o salário que a Globo oferecia a mais pela dedicação exclusiva. Só depois de algum tempo é que Moreira se tornou exclusivo da Rede Globo, sendo autorizado a gravar somente os CDs. E qual seria o segredo de chegar aos 80 anos em plena forma? Cid Moreira faz academia todos os dias, joga tênis pelo menos três vezes por semana e não come carne há pelo menos 50 anos. Segundo sua esposa, o bom-humor também o faz viver tão bem. Já a voz, sua marca registrada, é de domínio divino. “Deus cuida da minha voz”, resumiu ele.



Free Counter

Arquivo do blog