Se alguém ainda duvida da importância de conhecermos o passado para construirmos o nosso futuro, então que revogue todos os conhecimentos acumulados pela humanidade até a presente data. J.U.Nassif

domingo, novembro 02, 2014

Temple Square | Salt Lake City, Utah


The Salt Lake City Utah Temple LDS-Mormon Temple HD


Handel: Messiah, Hallelujah Chorus( Mormon Tabernacle Choir )


IGREJA DE JESUS CRISTO DOS SANTOS DOS ÚLTIMOS DIAS – ALA 5


 PROGRAMA PIRACICABA HISTÓRIAS E MEMÓRIAS
JOÃO UMBERTO NASSIF
Jornalista e Radialista
joaonassif@gmail.com
Sábado 01 novembro de 2014.
Entrevista: Publicada aos sábados no caderno de domingo da Tribuna Piracicabana
As entrevistas também podem ser acessadas através dos seguintes endereços eletrônicos:
http://blognassif.blogspot.com/
 

ENTREVISTADO: IGREJA DE JESUS CRISTO DOS SANTOS DOS ÚLTIMOS DIAS – ALA 5


 



 


Integrante do Sumo Conselho da Estaca Pedro Cesar Gianotti e
Bispo Vanderlei de Andrade Lira
 
 

Em Piracicaba a Igreja de Jesus Cristo Dos Santos Dos Últimos Dias dispõem de cinco prédios físicos. Existem ao todo oito, se considerarmos as sub-divisões determinadas administrativamente. Piracicaba é o que é denominada de Estaca, ela congrega as unidades. A Estaca tem uma presidência, primeiro e segundo conselheiro-secretário e doze homens que compõem a Estaca, o Sumo Conselho. Esses homens cuidam das unidades, supervisionam as unidades. Acima do Bispo está o Presidente de Estaca, Piracicaba tem as subunidades que a compõem em um espaço demográfico. O que sair dessa linha pertence à outra Estaca.  Para melhor compreensão, temos o Bispo, Presidente de Estaca, Presidência de Área, Quórum dos Setenta, Presidência dos Setenta, Quórum dos Doze Apóstolos, Primeira Presidência. Em entrevista concedida por autoridades e membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, cujos fiéis são conhecidos por mórmons, realizamos uma conversa descontraída, onde os princípios básicos foram expostos, no limite do tempo e espaço de que dispomos, para melhor entendimento dos que não integram essa crença. Presentes o Bispo Vanderlei de Andrade Lira, o integrante do Sumo Conselho da Estaca Pedro Cesar Gianotti, Elder Sullivan, Elder Gabriel. Os missionários recebem um nome, Elder, acompanhado do sobrenome da família. Elder é para os mórmons um sinônimo de missionário.

                                                                              
Bispo Vanderlei de Andrade Lira
 
 
Ao centro Bispo Vanderlei de Andrade Lira com seus auxiliares diretos
 
Qual é a função dos missionários?
Elder (Missionário) Gabriel responde: “- Nossa função é pregar o evangelho”. Seguimos a orientação que Cristo nos deixou em Marcos 16 : “-Ide e pregai o evangelho a toda criatura”.

 

Da esquerda para a direita: Pedro Cesar Gianotti, Elder Sullivan, Elder Gabriel e Bispo Vanderlei de Andrade Lira

 

 
Da esquerda para a direita: Elder Sullivan, Paulo Cesar Gianotti, Bispo Vanderlei de Andrade Lira e Elder Gabriel
 
 
 

Elder Gabriel, você é de Piracicaba?
 Sou de Aracruz, Espírito Santo.
Você nasceu em que dia?
Dia 26 de março de 1991.
Elder Sullivan você natural de qual localidade?
Nasci em St. George, Utah, Estados Unidos. Nasci a 26 de abril de 1996.


Da esquerda para a direita Elder Sullivan, Bispo Vanderlei de Andrade Lira, Paulo Cesar Gianotti e Elder Gabriel

 
Bispo Lira o senhor é natural de Piracicaba?
Nasci em São José de Piranhas, Paraíba, a 1 de junho de 1970, filho de José Tavares de Lira e Tereza Tavares Lira. Vim para São Paulo com 19 anos, fui morar no Parque Bristol, em um domingo fui visitar uma tia minha, ela convidou-me para ir até a igreja, foi assim que conheci a conheci a igreja com 22 anos. Em 1992 eu me batizei.

   
Elder Sullivan e Elder Gabriel


Como é esse batismo?
É como Jesus Cristo ensinou, por imersão. É realizado por uma pessoa que possua a autoridade de sacerdócio. É a mesma autoridade que Cristo possuiu quando estabeleceu seu Reino aqui na Terra. O sacerdócio hoje está entre os homens dignos da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Henry B. Eyring - Primeiro Conselheiro (E.U.A.)

Thomas S. Monson - Presidente (E.U.A.)
 
Dieter F. Uchtdorf - Segundo Conselheiro (E.U.A.)
 
O senhor fez esse trabalho missionário?
Fui para a missão como eles, com 23 anos. Fiz no Rio de Janeiro, minha primeira área foi Nova Iguaçu, depois fui para Realengo, Madureira, Bangu e terminei a missão em Petrópolis. Para nós o trabalho missionário é extremamente importante. Hoje é um dia muito especial para nós, um jovem da Ala 5 deu entrada no CTM, que é o Centro de Treinamento Missionário, que fica em São Paulo. Ele está indo para a missão onde ficará por dois anos e depois retorna. É praxe que os rapazes permaneçam em missão por volta de dois anos e as moças em torno de um ano e meio.

Os alimentos são armazenados em grandes quantidades(suficiente para um ano) com técnicas especiais de armazenamento. Aqui vemos o aproveitamento de embalagem descartável.
Há um controle rigoroso de qualidade e validade

Pedro Cesar Gianotti o senhor é natural de que localidade?
Nasci em Laranjal Paulista a 31 de agosto de 1954. Sou filho de João Demétrio Gianotti e Dalila Rodrigues Gianotti. Quando conheci a igreja eu tinha 27 anos, já era casado. Ser missionário é um privilégio de jovens que tenham de 18 até 25 anos. É uma questão de prioridade, nesse momento a prioridade deles é fazer a missão, não existe nada mais importante. Eles deixam tudo, estudos, relacionamentos, dedicam-se à missão. Após os 25 anos a prioridade passa a ser casamento, constituir uma família.
Elder Sullivan há quanto tempo você está no Brasil?
Estou a cerca de cinco meses aqui no Brasil.
Você que escolheu o país ou foi determinado que viesse?
É o chamado.

                                Igreja Mormon Avenida ProfessorFranciscoMorato, 2390 - Caxingui - São Paulo

Bispo Lira explica como é esse chamado.
Tenho cerca de dez rapazes que estão sendo preparados para a missão. Tudo é feito on-line.
Essa é uma característica fantástica da igreja, que em termos de tecnologia é extremamente avançada.
Com certeza. Como Bispo o primeiro passo eu libero uma ficha, cria-se uma conta e uma senha para o jovem que irá preenchendo por conta própria. Depois que eu faço esse primeiro passo, não consigo mais mexer no chamado dele, está nas mãos dele para ele preencher. É um formulário extenso, quando ele termina de preencher, ele me encaminha, ele já não terá mais acesso ao formulário, como Bispo faço minhas considerações, avalio diversos fatores pré-estabelecidos, após minhas considerações envio para o Presidente da Estaca, ele faz as mesmas observações e mais algumas, e envia para Salt Lake, em Utah, onde é a sede da igreja. Lá vai para o Profeta, o Quórum dos Doze, que são os responsáveis para designar esses jovens para o campo missionário. Todo missionário tem seu nome e dados avaliados pelo Profeta. Hoje temos mais de 85.000 missionários no mundo pregando o evangelho. Chegando o chamado, a ficha, o quórum dos Doze se reúne e faz a designação para esses jovens. Cada jovem que é designado é feita uma oração: “Senhor, para onde mando Elder Gabriel?”. Esses homens irão sentir no coração onde estão precisando de Elder Gabriel. Eu sei que os jovens que foram designados para o campo missionário foram assim designados por vontade do Senhor, não por desejo ou escolha do Bispo. O Presidente Thomas S. Monson assina o chamado, o missionário recebe esse chamado, abre e lê: “- Caro Elder Gabriel, você foi chamado para servir na missão Brasil, Piracicaba e servirá por um período de dois anos”.
Quantos fiéis da Igreja de Jesus Cristo Dos Santos dos Últimos Dias existem no mundo?
A Igreja já ultrapassou 15 milhões de membros. Só não estamos presentes em três ou quatro países: Coréia do Norte, China e na área de Jerusalém.
Elder Sullivan, quando você recebeu o seu chamado para Piracicaba, já tinha ouvido falar nesta cidade?
Foi uma grande surpresa, não tinha sequer ouvido falar no Brasil. Não tinha a menor idéia do que iria encontrar. Procurei me informar a respeito do Brasil. Quando se recebe o chamado é dito quando será a data de saída, já no primeiro dia vamos para um lugar chamado CTM, Centro de Treinamento de Missionários. Lá fiquei por seis semanas aprendendo a língua portuguesa.
Elder Gabriel, quando você veio à Piracicaba já conhecia a cidade?
Eu só conhecia a música “Rio de Lágrimas”! Eu queria atender ao chamado, mas tinha a intenção de ir para o nordeste brasileiro. Essas coisas não acontecem por minha vontade, e sim pela vontade do Senhor, através do Profeta Thomas S. Monson, ele jejua, consulta apóstolos. Ele não toma a decisão sozinho. Para mim foi um baque, quando abri o mapa e vi a área em que ia servir, todos os nomes eram diferentes, novos para mim: Pirassununga, Piracicaba, Jaú. É uma cultura de um povo diferente, de um povo humilde, muito receptivo. Acolhem-nos, querem nos receber. Claro que na vida de missionário existem momentos difíceis.
Vocês freqüentam muito não só a área abastada da cidade como também a periferia?
O Bispo Lira responde: “Não existe classificação em função da classe social, Piracicaba é coberta integralmente por duplas de missionários. Temos os Elderes e temos as Sisteres, que são as moças que pregam o evangelho, são chamadas de Sister. Minha esposa serviu missão também.
Os missionários andam em dupla, qual é o sentido desse comportamento?
Tem vários sentidos, um deles é que nas escrituras afirma-se que um irá testificar o outro. O próprio Senhor disse: “–Ide de dois em dois pregando o meu evangelho para que um testifique para o outro.”. É uma forma de proteção, segurança, evitar calunia. Eles não podem ficar longe um do outro. Não podem ficar só com uma moça ou mulher. O principio de andar em dupla é para segurança deles mesmos.
Piracicaba recebeu os mórmons em que ano?
A gênese foi na Rua Moraes Barros, entre as Ruas Governador Pedro de Toledo e Rua Benjamin Constant, em uma casa alugada. Isso na década de 60.
Uma das características da Igreja Mórmon é que ela proporciona aos interessados o curso de inglês.
Hoje mesmo aqui é oferecido o curso de inglês, a qualquer um, a igreja é aberta à comunidade. Sem custo nenhum.  A Igreja tem uma preocupação muito importante para com a sociedade. No dia 8 de novembro das 8 às 16 horas acontecerá um programa chamado “Mãos Que Ajudam” na Rua Humberto Venturini, 620, Santa Terezinha, nessa data acontecerá palestras, oficinas de armazenamento, é um programa aberto à comunidade, a Igreja tem parceria com o Centro Paula Souza, Corpo de Bombeiros, organizações que apóiam a igreja nesse serviço “Mãos Que Ajudam”. Nesse mesmo dia já são 140.000 voluntários em mais de 160 cidades brasileiras. Nesse dia especificamente estaremos realizado gratuitamente: corte de cabelo, emissão de carteira de trabalho, aferição de pressão arterial, orientação jurídica, teste de diabetes, genealogia (pesquisa de antepassados). Palestras, a própria OAB estará lá para dar orientação jurídica às pessoas. Oficinas, técnicas de Armazenamento de Alimentos. Prevenção de acidentes, ministrado pelo Corpo de Bombeiros. “Mãos Que Ajudam” é um projeto que começou no Brasil e hoje está sendo realizado no mundo.
Com relação ao armazenamento de alimentos qual é o fundamento disso?
É muito claro. O Senhor sempre orientou seu povo a ser um povo precavido.  Um líder da igreja disse o seguinte: “- Use até acabar. Conserte. Ou viva sem”.  O principio do armazenamento é de que em dias difíceis não iremos depender de terceiros. A igreja ensina o princípio da auto-suficiência, em todos os sentidos, auto-suficiência temporal e auto-suficiência espiritual. Os membros da igreja são incentivados a trabalharem, a serem industriosos, criativos, a armazenarem seus alimentos, no Velho Testamento já havia a orientação da necessidade de armazenar alimentos para dias difíceis. Uma experiência muito grande foi quando José do Egito interpretou o sonho onde as vacas feias e magras comeram as sete vacas belas e gordas. O principio do armazenamento já vem daquele tempo. A Igreja é muito forte em termos de armazenamento.
Quantos membro a Igreja tem em Piracicaba?
São mais de dois mil membros. Percebemos que está acontecendo uma expansão. De julho do ano passado para este ano, foi criada a missão Brasil-Piracicaba. Diminuiu-se a àrea geográfica e aumentou a quantidade de missionários.
No total quantos missionários trabalham em Piracicaba?
Na missão Brasil-Piracicaba são 191 missionários, sendo que na cidade de Piracicaba são em torno de 46 missionários. Existem zonas, há uma hierarquia: Presidente, Assistente, Lider de Zona (LZ), Líder de Distrito (LD), Sênior e Junior. Gabriel é LD, Sullivan é Junior. Em Piracicaba tem um Presidente de Missão, ele preside não só os missionários que estão em Piracicaba, mas abrange esses 191 missionários. Dia 25 de novembro está para chegar mais 30 missionários. Piracicaba é o escritório, abrange cidades como: Piracicaba, São Pedro, Capivari, Botucatu, Sumaré, Limeira, Americana, São Carlos, Pirassununga, Rio Claro.
O Bispo afirma que sabe que é o Senhor que dirige o trabalho de distribuição do campo missionário.
Isso envolve uma logística, alguém que vai ver a casa onde os missionários irão morar, quem irá pagar o aluguel, qual é a mesada que irão receber para viajar, para transportes de ônibus dentro da cidade. Existe um grupo onde todos trabalham para dar esse conforto à eles.
Quantos missionários moram em uma casa?
Na Ala 5 temos quatro missionários, eles residem em uma casa.
Quem cuida dessa casa?
Eles mesmos! Fazem a faxina, cozinham, cuidam das próprias roupas. Eles almoçam na casa de membros, existe um programa local na ala que é de servir almoço aos missionários. Imagine dois jovens, deixarem suas famílias e ficarem permanentemente isolados? Eles têm um calendário onde sabem em que local irão almoçar todos os dias.
Bispo, o senhor disse que são armazenados alimentos, qual é a quantidade que cada membro tem que armazenar em casa?
É uma boa pergunta! Não existe uma quantidade pré-estabelecida. Não há uma regra ou norma. Eu, Bispo Lira, armazeno um ano de mantimentos para minha casa. A igreja estipula que você deve ter no mínimo um ano de reserva.
Quais são os produtos que vocês armazenam?
Tudo que você imaginar que possa ser armazenado. Existem técnicas que foram aprimoradas nos transcorrer dos anos. São armazenados grãos, cereais, carnes.
A carne é armazenada em geladeira?
Não! O principio do armazenamento é de não depender de algo. Para armazenar a carne na geladeira eu dependo de energia, se houver corte de energia eu fico sem a carne. Tudo que você possa imaginar a igreja tem técnicas para armazenar.
No caso de situação anormal para preparar um alimento qual é o procedimento?
Nem todos fazem da maneira que eu faço, mas em caso de emergência, tenho fogão a lenha, um dos propósitos é se houver necessidade eu utilizo.
Essa possibilidade de ter que recorrer aos alimentos armazenados, sob o ponto de vista do mórmon, está prevista nas escrituras?
As escrituras afirmam que haverá tempos difíceis. Além das escrituras, Thomas S. Monson para nós é um profeta que recebe revelações nos dias de hoje, ele pode falar que teremos dificuldades. Ele está falando: “-Pessoal, armazene!”. Ao lembrarmos-nos de Noé, lembramos também que por muito tempo ele disse: “- Vocês se preparem porque virá o dilúvio!”. As pessoas riam de Noé. O armazenamento é um procedimento que remonta muitos anos, desde suas origens. A Primeira Visão foi em 1820, do Profeta Joseph Smith, porém em 1829 a igreja foi restaurada oficialmente na Terra.
Há uma referência às placas de ouro, o que significam na verdade?
Hoje nós temos O Livro de Mormon, as placas são genealogia de povos que viveram antes aqui, foram chamados por Deus como Profetas nas Américas. Antigamente a Bíblia era escrita em pergaminhos, o Livro de Mormon foi escrito em placas de ouro, latão. Nesses registros consta a descendência das doze tribos, nós acreditamos que a tribo que está aqui é a tribo da vara de José do Egito. Lei recebeu uma ordem do senhor para que construíssem embarcações, atravessasse os oceanos e vieram aqui nas Américas. Isso há 600 anos antes de Cristo. Um fato interessante é quando Pedro Álvares Cabral chegou à Bahia, em Ilhéus, a terra já estava habitada. A mesma coisa aconteceu com Colombo na América Central. Os índios fazem parte desse povo de Lei, que era da tribo de José, aquele que tinha sido vendido ao Egito. O Livro De Mormon é um relato dos homens que saíram do Velho Mundo e vieram habitar as Américas. O relato começa com Lei, Jesus Cristo falava isso quando se reunia com os apóstolos: “- Eu tenho ovelhas que não são deste aprisco, com quem irei congregar”. Naquele momento ele estava falando que existiam povos em outra parte do mundo, que naquele momento não tinham comunicação.
A Igreja Mormon tem um banco de dados genealógico que é o mais completo do mundo, qual é o motivo?
Fica em Utah, nas Montanhas Rochosas. A genealogia cumpre uma profecia de Malaquias, no Velho Testamento, o profeta Elias viria nos últimos dias, iria fazer com que o coração dos pais voltasse aos filhos e o coração dos filhos voltasse aos pais. Se isso não acontecesse nos últimos dias a Terra seria destruída. Como o meu coração pode se voltar ao meu filho e o meu coração pode se voltar ao meu pai? Essa corrente é feita através da genealogia, para unir as gerações.
Qual é a origem dos recursos financeiros da igreja?
A igreja sobrevive da auto-suficiência. A igreja não cobra dos membros nenhuma publicação. Não cobra por cerimônias realizadas.
Vocês celebram casamentos?
Dia 13 de dezembro farei um casamento, civil com efeito religioso, e é interessante que não é de um membro da igreja, a irmã dela disse-me: “Bispo! Minha irmã vai casar e a pessoa quer cobrar quatrocentos reais pelo casamento! Será que o senhor não pode fazer o casamento?”. Disse-lhe: “ – Claro que eu posso!”.
Mesmo que a pessoa não seja mórmon pode casar na Igreja Mormon?
Pode! Com certeza! Eu mando o documento preenchido aqui e ele é lavrado no cartório.
Quanto custa um casamento em uma Igreja Mormon?
Nada!

Arquivo do blog